Você está em
Home > Autoestima > 4 preocupações que as mulheres têm na hora do sexo

4 preocupações que as mulheres têm na hora do sexo

preocupacoes das mulheres no sexo

O momento do sexo deveria ser um dos mais prazerosos na vida de uma pessoa. Porém, muitas mulheres ficam com a cabeça repleta de preocupações na hora H e mal conseguem aproveitar o momento a dois. Muito disso vem de uma cultura que reprime o desejo feminino – não é à toa que muitas nem conseguem chegar ao orgasmo.

Felizmente, as coisas estão mudando e as mulheres começam a refletir sobre como o sexo é importante em suas vidas. Para isso, deixar de lado as preocupações a seguir é fundamental. E não precisa ser sozinha: contar com a ajuda de terapia pode fazer toda a diferença.

1- O próprio corpo

Infelizmente, essa é uma das maiores preocupações das mulheres no que diz respeito a sexo: o próprio corpo. Se ele deveria ser pensado como fonte de prazer, acaba representando uma certa vergonha para muitas delas. Convenhamos: ter um corpo de capa de revista é privilégio de poucas. Mas aí vai uma informação que vai te fazer relaxar. A maioria dos homens nem repara em celulite, estrias ou em umas dobrinhas (normais!) que você possa ter. O que dá mais tesão é ver a mulher empolgada e no clima. Além disso, se ele não gostar do seu corpo do jeito que é, tem quem goste – divirta-se na busca.

2- Odores

Nos últimos tempos, as redes sociais nos apresentaram dicas bizarras de mulheres que tentam anular qualquer odor da vagina para agradar o parceiro no sexo oral. As táticas envolvem até essência de baunilha e pasta de dente, acredite. Para não entrar nessas e acabar com a saúde íntima, apenas mantenha a higiene normal (água e sabonete na região externa são mais do que suficientes). Se o parceiro reclamar do odor natural, melhor trocar de parceiro: até porque esse cheiro feminino tem como função excitar o outro. Aos que não gostam, paciência.

3- O prazer do parceiro

Muitas mulheres se preocupam exclusivamente com o prazer do parceiro. Fazem caras e bocas forçadas, ficam em posições que não denunciem aquela celulite ou mesmo praticam sexo oral sem vontade. Tudo errado. O prazer feminino é tão importante quanto o masculino e a relação sexual tem esse nome justamente porque une duas pessoas. Isso não exclui a conversa entre os dois em busca de um meio termo. Vale ter sensibilidade e saber escutar o parceiro, assim como ele deve escutá-la em benefício de uma relação saudável.

4- Orgasmo

Atingir o orgasmo está longe de ser uma definição de boa relação sexual. E acredite: quanto mais você pensar sobre isso, mais difícil será chegar ao clímax. Ao sentir-se insegura e com algum bloqueio nesse sentido, a mulher deve conversar com o parceiro e mesmo considerar fazer terapia. Quanto melhor for a clareza da comunicação, mais fácil será atingir a felicidade na cama.

Algumas preocupações são muito comuns para as mulheres na hora do sexo. A número 2 já deveria ter sido superada – confira.

Top